Participação dos dispositivos móveis no tráfego do e-commerce

Entre 10% e 15% da audiência dos sites de comércio eletrônico são originadas de celulares, smartphones e tablets.

A facilidade de se ter acesso à internet através de um dispositivo móvel foi o motivo deste número ter saltado de uma margem de 1% (dado de 2009). Mesmo que ainda nem todas as lojas possuam uma versão de aplicativo, grande parte começará a investir, estimando aumentar essa porcentagem para até 20% em dezembro.

Esse crescimento não depende apenas da proliferação dos dispositivos móveis, mas também da iniciativa das marcas de introduzir sua loja aos bolsos dos consumidores. Ainda mais que, já comprovado, a taxa de conversão é muito mais alta vinda desses aparelhos. E a tratar-se desse fato, é crucial ressaltar que o investimento de um aplicativo personalizado para usar na loja é o que os consumidores esperam, isto é, o acesso das lojas apenas através de navegadores pelos dispositivos não é uma vantagem completa.

Podemos esperar que com a implantação das grandes lojas nos aparelhos móveis, e com o estimado sucesso que ira causar, por conseguinte, as lojas de porte médio comecem a seguir o mesmo caminho, e logo até as marcas menores. Literalmente uma irá levar a outra até tornar a prática de se comprar produtos através de um celular, smartphone ou tablet, um hábito comum na vida dos brasileiros. Assim, o próprio e-commerce apresentará um maior avanço em relação a vendas e até credibilidade dos consumidores, e quem compra possuirá mais facilidade e liberdade na hora de adquirir um produto.

Fonte: E-commerce Brasil

@thiago_sarraf
SCHILLING.COM.BR - Soluções em Tecnologia - Fones: (51) 3737-5500 - (51) 99188-6628
Rua Félix da cunha, 561 Sala 3 Esquina Cristóvão Colombo - Bairro Floresta - Porto Alegre - RS
Webutation